• Gabriela Doti

Geração i-Tic

Atualizado: 5 de Out de 2018

Estamos em 2050. Mas é regressivo ou progressivo?


2050. Sim.

Começa aqui.

Y não enxergo mais nada.

Ufa! Como é o peso da idade, tchê!

E o Gaúcho sempre presente, hein? Até em 2050!

Bem, escrevo desde o meio do caderno pois fiquei com vontade e porque não podia ser 2050 no princípio.

Sim. Imaginou começar a contar de trás pra frente?

Mas, estás doida?

Não aprendeste na escola que o mundo A.C. era regressivo?

Verdade. Mas não achas que é meio doido quem resolveu inventar esse tal de A.C e D.C somente pra nos complicar a vida?

Hum...no fim das contas em que ano o mundo começou mesmo? No 1.567.243.671? Já pensou? Contar isso ao modo regressivo? Pra que isso? 

É por isso que gosto de Pink Floyd.

Que? E o que tem a ver essa onda do tempo com Pink Floyd?

Pois tudo. Foram eles que inventaram a coisa do progressivo. São os papas, The Popes. entendeu?

Sim, Mrprogressivo, mas também não precisavas ir até 2050. Por que essa agora de estar em 2050?

Mas não percebes? É que já estamos em 2050. Já chegamos. Os sinais dos tempos assim o explicam.

Bem, o único sinal que vejo agora é que você precisa se internar, pois estás num nível de loucura calabazal.

Não seria colossal?

Não. Deixa de ser caretudo.

A-há! Viu? Outro sinal: palavras novas!

Mas deixa de ser paletudo!

Bom, me diz afinal, por que cargas d’água estamos em 2050?

Passou voando, não?

Mas, é que eu não vi nada. Caramba!!! Tens razão...o céu virtual acabou de me mostrar! Viu?

A senha! Outra!

Bem, preciso ir pra academia para minha série de musculação de dedos.

Não. Não precisas ir. Estás em tua casa. A gente não precisa sair mais, percebe?

Tá bom...isso é modo de dizer..., força de expressão.

Sim e também não se “diz”, “se escreve”, já que hoje somos todos mudos. Não falamos mais, apenas chateamos.

Tchê! Me diga uma coisaa Gaúcho, já estás adaptado ao teu novo i-board?

Sim, pois com os dedos de banana que hoje temos me parece que o magnumkeyboardé fenomenal, não? Vistes a potência que tem o maluco?

Sim. Divino, não?

Pena que já na compra vem 20% desvalorizado, Mas, bom...considerando que já nem saímos mais de casa atualmente...

Mas e para que sairíamos se podemos ir a qualquer lugar, inclusive estar em Saturno a qualquer momento?
Ficastes doido? Realmente achas que podemos ir? Se tudo é virtual! Nem a peruca se move! Até essa conversa… teus pensamentos são virtuais!

Ah! Deixa de resmungar...

Estamos até mais cômodos hoje em dia.

É mesmo? Sem pés, com cabeça de fósforo, barriga de canguru, braços de tiranosauro-rex e dedos de banana?

Ah, mas 'pera...tu esqueceu... 

De que?

Da boca feito formiga e dos olhos de asiático, ora pois.

Eu sabia que a China ia dominar o mundo... não te disse?

Mas, do que estás falando? Não digas bobagens... ou sim, ou sim, é fato que nos transformamos em...

Sim, vai. Diz.

Não, é que estou pensando...

E no que é que pensas agora?

Não sei. Não sei como definir no que é que nos transformamos....




Isso aí é o céu virtual cheio de confirmações de todos os que leram nossos pensamentos, já que em 2050 nada mais é privado. Tudo é público.

Já sei!

O que?

Nos transformamos em personagens de uma grande história de ficção. Somos os protagonistas da era pós-virtual. Seres intergaláticos. Apoteóticos. Mas, pelo menos, seguimos sendo únicos nesta e em outras galáxias. Somos...

Tá...tá...tá. Menos.

Já sei. Já entendi. Meu temor finalmente se confirmou.

O que?

Sim. Não nos transformamos. 

Mas, como não? Do que estás falando?

Claro. Podemos ter dedos de banana, mas seguimos sendo humanos só que agora com dedos de banana-da-terra.

???

Não te entendo.

Como podemos seguir sendo humanos depois de tantas mudanças?

Sim...óbvio. É que seguimos contando.

O que?

Sim. Seguimos contando o tempo.

Hum...

​​




Me fiz um nó, mas, virtualmente, é claro! Já que em 2050 não há mais cordas de verdade... não fabrican mais. Somente, i-Boards, i-Teclas e i-Sonhos.

Tudo hoje começa com uma “i-.”



Vivemos a era do “i-“. Somos i-Humanos. E seguimos sendo i-Diotas que habitam o i-Mundo. i-Tic. i-Tac...

Mas, não te parece que é normal contar?

Sim, não? Afinal como a gente iria se localizar?

Bem, poderia ser referindo-se a situações ou a nomes. Como nos nomes das casas em Punta del Este ou no tal higuerónem Costa Rica que é referência pra localizar qualquer lugar a partir dele.

E, quanto as situações?

Bem, por exemplo, podíamos dizer fulano nasceu quando beltrano morreu.

Mas, estás doida?

Não... veja por outro lado: não teríamos mais que mentir sobre a idade.

Ah sim!

Não te parece bom?

Sim. E não precisaríamos mais comprar cosméticos para tirar as  i-Rugas e ...

Ah não! Isso já é outra ciosa. Como ficaria eu sem o meu i-Botox?

Mas, pra que queres botox, se o amor que tens hoje é virtual? Nem sentes mais os lábios quando te beija, certo?

Ah....mas ainda me olha e quando....

Bem. Chega... menos detalhes. Sem posições. Não é porque tudo é publico hoje que preciso sabê-lo ou vê-lo. Também poderias usar um videoshopse assim fosse o caso...

Ah não...me parece muito artificial...

Bem, vou conectar o modo sleep, enquanto faço a musculação dos dedos.

Das bananas queres dizer, não?

Pára. Não me sacaneia …

. . . . . …. . 

Acordo. A chuva cai. Olha que horas são no i-mobile. 1500 mensagens não lidas. Levanto. Vou até a cozinha. Abro a geladeira e pulo de susto: está repleta de bananas.

Saio correndo, gritando que nem louca pela porta de casa e penso: ao futuro, i-bananas, o sinal dos tempos i-D.C.




♪♪♪


♪ Sugestões da Playlist de Crônicas de Um Mundo Nada Particular


Comfortably Numb

Shine on you Crazy Diamonds

I got you, babe, Sonny Bono / Intérprete: Sonny & Cher, Soundtrack de The Groundhog Day

Años, Pablo Milanés, Intérprete: Mercedes Sosa

Mi Guitarra y Vos, Jorge Drexler

O Tempo não Pára, Cazuza

Pantalla Virtual, Gabriela Doti

Questão de Tempo, Gabriela Doti

Time, David Gilmour, Nick Mason, Richard Wright, Roger Waters, Pink Floyd


#mundonadaparticular #gabrieladoti #mundo #tecnologia #comportamento

2017 © Copyright// Doti Produções